Curiosidades e passatempos: “Acredite se quiser!” (Ripley)

Interessante página de curiosidades da famosa série norte-americana Ripley’s Believe It… or Not!, criada por Robert Ripley, que o Mundo de Aventuras publicou durante largos anos, preenchendo assim, dentro das suas páginas recheadas de emoção, humor e fantasia, um espaço lúdico-didáctico que teve excelente acolhimento, pois a par das habituais efemérides relatava factos insólitos e pitorescos, cujo mote era sempre desafiar o espanto e a incredulidade dos leitores.

O sucesso da série foi universal, dando origem a documentários de cinema, desenhos animados e programas de rádio e de televisão, como o que foi produzido pela cadeia ABC, entre 1982 e 1986, e apresentado pelo famoso actor Jack Palance. Outros se seguiram… Enquanto Ripley viajava pelo mundo, em busca de informação, os seus assistentes passavam boa parte do tempo encafuados nas bibliotecas, pesquisando assuntos desconhecidos da generalidade do público.

Numa das fases do Mundo de Aventuras, de formato mais pequeno, esta rubrica chegou a aparecer nas contracapas, durante uma longa série de números. É natural, por isso, que muitos leitores não a dispensassem. A página supra foi reproduzida do MA nº 402 (1956).

Advertisements

Colecção 25 Anos Vertigo – Vol. 5: “Preacher” (Garth Ennis e Steve Dillon)

Artigo de João Miguel Lameiras reproduzido do jornal Público, edição de 8 de Setembro de 2018. Com este volume, terminou a colecção dedicada a cinco das séries mais emblemáticas da editora Vertigo. Certamente que algumas delas voltarão ao nosso mercado.

Colecção 25 Anos Vertigo – Vol. 4: “Jesus Punk Rock” (Sean Gordon Murphy)

Artigo de João Miguel Lameiras reproduzido do jornal Público, edição de 1 de Setembro de 2018.

Postais ilustrados de outros tempos – 15

QUERES SABER COMO ÉS? VÊ O MÊS EM QUE NASCESTE…

Eis mais dois postais de uma série juvenil editada pela Pórtico nos anos 1960, com magníficas ilustrações de dois versáteis e talentosos artistas, Júlio Gil e Carlos Roque, cujas obras merecem lugar de destaque na escola humorística que floresceu na revista Camarada (sobretudo na sua 2ª série), embora o primeiro se tenha também distinguido como exímio ilustrador de traço realista.

E até Carlos Roque, nos alvores da sua carreira, revelou notáveis aptidões para o estilo “sério”, antes de se dedicar exclusivamente, com engenho e arte, em Portugal e na Bélgica, aos “bonecos” humorísticos. Poucos sabem disso…

Colecção 25 Anos Vertigo – Vol. 3: “100 Balas” (Brian Azzarello e Eduardo Risso)

Artigo de João Miguel Lameiras, reproduzido do jornal Público, edição de 25/08/2018.

Exposição de homenagem a José Garcês na Bedeteca da Amadora

Decano da BD portuguesa, JOSÉ GARCÊS será alvo, no próximo sábado, dia 8 de Setembro, às 16h00, de merecida homenagem pelos seus 90 anos de idade e mais de 70 de carreira, numa louvável iniciativa da Bedeteca da Amadora e do Clube Português de Banda Desenhada. Parabéns, MESTRE GARCÊS!

Colecção 25 Anos Vertigo – Vol. 2: “Morte” (Neil Gaiman)

Artigo de João Miguel Lameiras, reproduzido do jornal Público, edição de 18/08/2018.

Postais ilustrados de outros tempos – 14

ALBERTO DE SOUSA E O PORTUGAL DESAPARECIDO (1)

Na série de postais que têm preenchido esta rubrica, voltamos hoje a uma temática muito popular: os trajos típicos regionais. Depois de alguns exemplos peculiares, da lavra de artistas bem conhecidos, como Vítor Péon e Alfredo de Morais, fomos buscar uma colecção assinada por outro mestre das artes gráficas e plásticas portuguesas, cujo renome também ultrapassou os umbrais do seu tempo, inscrevendo-se a “letras de ouro” na história da pintura e da ilustração do século XX: Alberto Augusto de Sousa (1880-1961).

Mestre incontestado de um estilo pictórico com raízes profundas no classicismo da forma e na apurada estética da cor, sem a aura romântica dos seus antecessores, foi discípulo de outro conceituado artista, Alfredo Roque Gameiro, com quem aprendeu os rudimentos da técnica de pintura — e teve uma carreira de grande longevidade, assinalada por um notável percurso como ilustrador e autor de obras que fizeram história, nomeadamente a que tem por título O Trajo Popular em Portugal nos Séculos XVI a XIX, em dois volumes, ainda hoje muito apreciada por estudiosos, artistas e coleccionadores… e de grande raridade.

Nesta série de trajos típicos, reproduzidos em postais sem data de publicação, nem indicação de editor, destacam-se a diversidade e o colorido das figuras populares que compõem uma realista panóplia de “retratos de época”, com os seus vistosos e garridos adornos em que se perpetuam usos, costumes e indumentárias que a implacável marcha do progresso fez desaparecer de muitas regiões de Portugal ou transformou numa esmaecida cópia do seu antigo e pitoresco esplendor.

Aqui têm, ilustrando esta breve introdução, os seis primeiros postais da nossa série (provavelmente ainda incompleta), assinados pelo mestre Alberto de Sousa, com trajes do Alentejo, Avintes, Barcelos, Beira Alta e Ovar (os dois últimos).

Colecção Novela Gráfica IV – Vols. 11 e 12: “O Último Recreio” e “Novembro”

 

Artigos de João Miguel Lameiras, reproduzidos do jornal Público, de 11 e 18 de Agosto de 2018. Com estes dois volumes (de que destacamos a obra-prima de Horacio Altuna e Carlos Trillo, O Último Recreio), encerrou-se a 4ª série da colecção Novela Gráfica, cujo regresso, em 2019, aguardamos com renovada expectativa.

Colecção 25 Anos Vertigo – Vol. 1: “Hellblazer – Na Prisão”

Texto de João Miguel Lameiras, reproduzido do jornal Público, edição de 11 de Agosto de 2018.

Previous Older Entries

WordPress.com Apps

Apps for any screen

Le chat dans tous ses états - Gatos... gatinhos e gatarrões! de Catherine Labey

Pour les fans de chats e de tous les animaux en général - Para os amantes de gatos e de todos os animais em geral

largodoscorreios

Largo dos Correios, Portalegre

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa