Programa oficial da Mostra Coimbra BD 2018 (8 a 11 de Março)

A Coimbra BD – Mostra Nacional de Banda Desenhada avança para a sua terceira edição, que vai decorrer de 8 a 11 de Março, e apresenta-se como uma aposta firme da Câmara Municipal de Coimbra (CMC) no panorama cultural. Esta edição, que se irá concretizar, principalmente, na Casa Municipal da Cultura, apresenta um conjunto de acções que procuram representar o que de melhor se cria ao nível da Banda Desenhada, atingindo públicos diversos, desde o infanto-juvenil às famílias e a todos aqueles que, em diferentes faixas etárias, cultivam o gosto por esta expressão artística, perspectivando-se um aumento dos níveis de fidelização ao evento.

Na esteira do êxito alcançado nas edições anteriores, a edição de 2018 da Coimbra BD aposta num programa diversificado e de elevada qualidade, destacando-se pela sua primeira internacionalização, com a presença de dois convidados, oriundos de Itália (Walter Venturi) e da Sérvia (R.M. Guéra). Além destes, marcam presença cinco autores nacionais convidados, representantes da escrita, do argumento para BD ou da criação artística, ao nível da ilustração, áreas reveladoras do vasto universo da “9.ª Arte”. Destaque ainda para a exposição 70 Anos de Tex: A colecção de José Carlos Francisco.


PROGRAMA OFICIAL – COIMBRA BD 2018 (CASA MUNICIPAL DA CULTURA DE COIMBRA)

 

8 de Março (5ª feira)
11h00 Abertura

14h30 – Apresentação do projecto SAPATA PRESS – Casa da Esquina (Sala Francisco Sá de Miranda)

15h30 – Oficina criativa Mulher de Borracha – Casa da Esquina (Sala Francisco Sá de Miranda)

21h00 – Jogos tabuleiro (Sala Francisco Sá de Miranda)

Águia da Noite e Kit Willer de canoa no rio Mondego, à chegada a Coimbra. Arte de Walter Venturi

9 de Março (6ª feira)
19h00 – Visita guiada à exposição 70 anos de Tex, com José Carlos Francisco e Walter Venturi

21h00 Curtas-metragens de terror premiadas no Festival de Cinema MoteLx apresentadas por Pedro Souto e João Monteiro, da direcção do Festival (Sala Silva Dias) – duração 67 min:
“A tua Plateia”, de Óscar Faria, (9 min).
“Palhaços” de Pedro Crispim (15 min) – Menção especial Prémio MOTELX – Melhor Curta de Terror Portuguesa 2016
“Depois do Silêncio” de Guilherme Daniel (15 min) – Menção especial Prémio MOTELX – Melhor Curta de Terror Portuguesa 2017
“Andlit” de João Figueira (5 min)
“Sangue Frio”, de Patrick Mendes (15 min)
“Papá Wrestling”, de Fernando Alle (9 min) – Prémio especial MoteLX 2009.

10 de Março (sábado)
11h00 “Filminhos Infantis à solta pelo país”, sessão de curtas-metragens de animação para a família: Programação Zero em Comportamento (Sala Silva Dias):
“Maestro”, de Geza M. Toth (Hungria),
“O Coelho e o Veado”, Péter Vácz (Hungria),
“Foxy e Meggy” – André Letria (Portugal)
“As Aventuras de Miriam: As Cores”,  Girlin-Bassovskaja (Estónia)
“Mancha e Manchinhas: Perdidos”, Uzi Geffenblad e Lotta Geffenblad (Suécia)
“Big Buck Bunny”, Sacha Goedegebure (Holanda)
“Rumores”, Frits Standaert (Bélgica/ França)

11h00/13h00 – Workshop: Uma sequência de imagens”, com Carlos Correia (duas sessões de duas horas sobre imagem sequencial através do uso de brinquedos ópticos – mediante inscrição presencial) (Sala Francisco Sá de Miranda)

14h00/15h00 – Emissão em directo do programaConta-me!”, da Rádio Universidade de Coimbra, com Sandra Tavares e Cátia Soares (Biblioteca Municipal)

15h00/15h30 – Tertúlia: Coleccionar originais de BD: Negócio, ou Paixão?, com João Antunes, Margarida Mesquita, Bruno Caetano (Biblioteca Municipal)
15h30/16h00 – Painel: Apresentação dos livros Dragomante, com Manuel Morgado e Filipe Faria e Man Plus, com André Lima Araújo (Biblioteca Municipal)
16h00/18h00 – Sessões de autógrafos dos artistas convidados R.M. Guéra, Walter Venturi, André Lima Araújo, Manuel Morgado, Filipe Faria, André Diniz e Ricardo Venâncio (átrio da Casa Municipal da Cultura)

17h00 – Desfile e concurso de Cosplay (Sala Silva Dias)

17h00 /18h00Tertúlia sobre edição: presença dos editores Nuno Catarino (Goody), Mário Freitas (Kingpin), Rui Brito (Polvo) e José de Freitas (G Floy) (Biblioteca Municipal)

18h30Sessão de desenho com modelo ao vivo: Salão 40 (Sala Francisco Sá de Miranda)

18h00/18h30Tertúlia de homenagem a Fernando Relvas: Com Nina Govedarica, Margarida Mesquita e João Queirós (Biblioteca Municipal)

18h30/19h00 – Painel: 70 Anos de Tex, com José Carlos Francisco e Mário João Marques (Biblioteca Municipal)

21h00 Curtas-metragens de terror premiadas no MoteLx (Sala Silva Dias) – duração 65 min.
“Nico – A Revolta”, de Paulo Araújo (8 min) – Selecção oficial Prémio MOTELX – Melhor Curta de Terror Portuguesa 2013
“Mãe Querida” de João Silva Santos (14 min)  – Selecção oficial Prémio MOTELX – Melhor Curta de Terror Portuguesa 2017
“Post-Mortem” de Belmiro Ribeiro (14 min) – Vencedor Prémio MOTELX – Melhor Curta de Terror Portuguesa 2016
“Miss Mishima” de Pedro Rocha (14 min) – Selecção oficial Prémio MOTELX – Melhor Curta de Terror Portuguesa 2011
“Maria”, de Joana Viegas (15 min) – Selecção oficial Prémio MOTELX – Melhor Curta de Terror Portuguesa 2014
21h00 – Jogos tabuleiro (Sala Francisco Sá de Miranda)

11 de Março (domingo)
11h00Filminhos Infantis à solta pelo país, sessão de curtas-metragens de animação para a família – Programação Zero em Comportamento (Sala Silva Dias)
“A Janela”, Camille Müller (França)
“Os Tumblies”, Patrick Raats,  (Holanda)
“Jonas e o Mar”, Marlies Van der Wel, (Holanda)
“O Rapaz Bolota”, Dace Riduze, (Letónia)
“Os porcos-Espinhos e a Cidade” Evalds Lacis, (Letónia)
“Mancha e Manchinhas: Sapatos Mágicos”, Uzi Geffenblad e Lotta Geffenblad (Suécia)
“Fábulas Delirantes 2”, Fabrice Luang Vija, (França/ Bélgica)

11h00/13h00 – Workshop Uma sequência de imagens, por Carlos Correia (duas sessões de duas horas sobre imagem sequencial através do uso de brinquedos ópticos – mediante inscrição presencial) (Sala Francisco Sá de Miranda)

15h00/15h30 – Podcast Geek do Olimpo. Programa para o canal YouTube sobre BD e cultura geek, com Miguel Jorge e convidados (Biblioteca Municipal)

15h30/16h00Visita guiada à exposição de R.M. Guéra feita pelo autor.

16h00/18h00 – Sessões de autógrafos dos artistas convidados Walter Venturi, R. M. Guéra, Ricardo Venâncio, Manuel Morgado e Filipe Faria (entrada da Casa Municipal da Cultura)

Tex Willer na interpretação de R. M. Guéra

Actividades permanentes

Venda BD, ilustração e merchandising
Com as editoras e lojas Apocryphus, Arena Porto, Arte de Autor, BD Mania, Bicho Carpinteiro, Bruaá Editora, CLC Portugal, Comic Heart, Devir, G Floy, Goody, Ink Tshirt Store, JAN KEN PON, Kingpin Books, Levoir, Livraria Dr. Kartoon, Mini-Orfeu, Polvo

Exposições:

Walter Venturi: um mestre dos fumetti – Desenhador italiano que tem trabalhado nas séries Tex e Zagor, da editora Bonelli, e é autor da novela gráfica Il Grande Belzoni (dedicada à vida do grande egiptólogo Giovanni Battista Belzoni, que foi um dos responsáveis pela descoberta de Abu Simbel e o primeiro homem a entrar na segunda pirâmide de Gizé), Walter Venturi vai estar pela primeira vez em Portugal com exposição própria, para além de ter trabalhos seus integrados na exposição dedicada aos 70 Anos de Tex.

R.M. Guéra: um autor sérvio no mercado internacional – Com trabalhos publicados nos principais mercados internacionais, desde os Estados Unidos, onde publicou nas editoras DC, Vertigo, Marvel e Image, até França (Glenat e Delcourt), passando por Itália, para onde está a desenhar um álbum especial do cowboy Tex, o sérvio Rajko Miloševic-Gera é um dos nomes maiores da BD realista internacional, que permanecia inédito em Portugal. Lacuna que será colmatada pela edição do livro The God Damned , a lançar no Coimbra BD, com a presença do autor e o apoio da editora G Floy.

70 Anos de Tex: A colecção de José Carlos Francisco – Um português, residente perto de Coimbra (Anadia), é proprietário da mais importante colecção de desenhos originais ligados à personagem Tex, o mais célebre cowboy da BD italiana, que comemora 70 anos em 2018. Uma fantástica colecção com trabalhos de diversos autores estrangeiros, que será exposta em público, pela primeira vez, no Coimbra BD.

Manuel Morgado – Desenhador português que fez a sua formação académica em Coimbra, na ARCA, Manuel Morgado vai expor originais do álbum Les Arcanes de la Lune Noire: Greldinard, que realizou para a editora francesa Dargaud, bem como de Dragomante, livro com argumento do escritor de fantasia Filipe Faria, que será lançado durante o evento.

Homenagem a Fernando Relvas – Falecido em 2017, Fernando Relvas foi um dos mais importantes autores portugueses de BD do século XX e, por ocasião da próxima publicação em livro do Espião Acácio, o seu primeiro grande sucesso na revista Tintin, a lançar no Coimbra BD, alguns dos seus trabalhos originais serão expostos pela primeira vez na nossa cidade (com a presença da viúva do autor).

André Lima Araújo: Man Plus – Exposição que assinala a estreia em Portugal de André Lima Araújo, desenhador português que tem publicado regularmente nas principais editoras americanas, como a Marvel e a Image.

Arcindo Madeira, ilustração – referente à obra de Arcindo Madeira, famoso ilustrador natural de Coimbra.

Autores Presentes:

Convidados internacionais
Walter Venturi
R. M. Guéra

Convidados Nacionais

Manuel Morgado – Autor presente com exposição
Filipe Faria – Escritor de fantasia, argumentista do livro Dragomante
André Lima Araújo – Autor presente com exposição
Ricardo Venâncio – Autor presente com o livro Hanuran, Prémio Melhor Desenho na Comic Con Portugal 2017, que esteve em exposição pela primeira vez na edição desse ano.
Nina Godoverica – Viúva do autor Fernando Relvas

Programação paralela:
Exposição de ilustração Histórias por contar, de João Vaz de Carvalho, Galeria Pedro Olayo (filho) do Convento São Francisco, 3 de Março a 8 de Abril de 2018, de segunda-feira a domingo, 15h00 – 20h00.

(“Post” reproduzido do Tex Willer Blog. Para aproveitar a extensão completa das imagens supra, clique nas mesmas)

Advertisements

Andrea Venturi e Leomacs estarão presentes na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal

ANADIA, A CAPITAL PORTUGUESA DE TEX, RECEBE MAIS DOIS ILUSTRES ARTISTAS ITALIANOS

Texto de Mário João Marques

Andrea Venturi estará em Anadia, a 29 e 30 de Abril, para deleite dos fãs de Tex e Dylan Dog

Depois de ter frequentado o Liceu Artístico e a Academia de Belas Artes de Bolonha, trabalhado em publicidade e no estúdio de Bruno Bozzetto, Andrea Venturi (nascido em Bolonha em 1963) chega à banda desenhada em 1989, estreando-se na revista Mostri. Entre 1992 e 1996 desenha quatro aventuras para Dylan Dog, com destaque para Jonhy Freask, considerada como uma das melhores de sempre da série. Estreia-se em Tex, desenhando L’uccisore di indiani, aventura escrita por Claudio Nizzi e publicada no Almanacco del West 1996, o que lhe valeu ter sido escolhido para desenhar as capas de Magico Vento, trabalho que realizou até ao n. 31 desta série, regressando em definitivo a Tex, onde se vai estrear na série mensal em 1998 com Oppio.

Simpático e humilde, Venturi recolhe a adesão dos leitores e os favores da crítica, permane- cendo até hoje como um dos baluartes de Tex, onde já teve oportunidade de assinar grandes trabalhos como Le Foreste dell’Oregon, Documento d’Accusa ou L’Artiglio della Tigre, sempre com Claudio Nizzi, assim como I Pionnieri, escrito por Mauro Boselli, a justa consagração deste notável desenhador, onde o autor consegue captar a essência dos grandes westerns, revelando uma visão ampla e grandiosa que poucos conseguem transmitir, através do seu traço potente e dinâmico e um cuidado reverencial à qualidade geral de cada prancha, a que a alternância de enquadramentos confere uma profundidade ímpar.

“Os Pioneiros”, a justa consagração do notável desenhador Andrea Venturi

Leomacs, pseudónimo artístico de Massimiliano Leonardo, nasceu em Roma em 1972, tendo iniciado a sua carreira em 1993 na série Dark Side de Roberto Recchioni, autor que vai acompanhar noutras séries como Napoli Ground Zero, Detective Dante e Battaglia. Depois de ter realizado Fax Palle in Canna, uma sátira a Tex, chega à Sergio Bonelli Editore em 2003, desenhando uma aventura de Nick Raider e trabalhando sucessivamente em Magico Vento e Volto Nascosto, séries idealizadas e escritas por Gianfranco Manfredi, assim como recentemente teve oportunidade de desenhar uma história para Dylan Dog Color Fest. A sua entrada em Tex ocorre no Almanacco del West 2009, terminando a aventura Capitan Blanco que Manfred Sommer, entretanto falecido em 2007, havia iniciado. Estreia-se na série principal dois anos mais tarde, desenhando Mondego il Killer, aventura escrita por Mauro Boselli e onde é notória a evolução do traço do autor, mais à vontade com personagens e ambientes e com uma composição de Tex influenciada pelo modelo do mestre Claudio Villa.

Oro Nero, o mais recente trabalho de Leomacs, vem revelar um desenhador de traço expressivo e detalhado, atencioso na construção das personagens, muito dinâmico nos enquadramentos e no desenvolvimento imprimido à narração, apresentando diversas pranchas onde alguns desenhos libertam-se para além dos limites tradicionalmente impostos pelos quadrados, revelando ser um valor seguro entre os novos autores de Tex.

Na 4ª Mostra do Clube Tex Portugal, Leomacs fará alguns desenhos para gáudio do público

(Artigo e fotos reproduzidos, com a devida vénia, do Tex Willer Blog. Para aproveitar a extensão completa das imagens, clique duas vezes sobre as mesmas).

“Cowboys” e vampiros nos colóquios do Clube Português de Banda Desenhada

cpbd-entrada

Como o nosso título parece sugerir, este deve ter sido um dos encontros mais estranhos promovidos pelo Clube Português de Banda Desenhada (CPBD), apesar de não ter decorrido numa sexta-feira 13, nem ter aberto a caça aos bandidos no Far-West americano.

Mas do título à realidade vai um grande salto, porque a magna reunião do CPBD realizada no passado sábado, dia 11 de Junho, não teve nada de insólito, antes pelo contrário… Foi até bem animada e divertida, com a presença do desenhador argentino Juan Cavia e do argumentista Filipe Melo, os dois autores convidados para o primeiro colóquio deste encontro, que apresentaram a sua nova obra “Os Vampiros”, uma novela gráfica cujo tema confirma o talento desta dinâmica dupla, já com honrosa projecção internacional.

As apresentações da praxe foram feitas por Pedro Mota, presidente da direcção do Clube Português de Banda Desenhada.

IMG_2694

IMG_2696

IMG_2701

IMG_2702

IMG_2703

IMG_2704

IMG_2705

No segundo colóquio, que começou cerca de uma hora depois, o tema em debate foi o célebre personagem do western italiano Tex Willer, cuja crescente popularidade em Portugal deu origem à criação de um Clube que ostenta o seu nome, edita uma revista semestral e realiza anualmente, em Anadia (região da Bairrada), uma Mostra de BD que já vai na 3ª edição e tem contado sempre com a presença de ilustres autores italianos da editora Bonneli, a “fonte” de onde brotam todas as aventuras de Tex.

Esse animado colóquio — que durou cerca de duas horas, assinalando a primeira e frutuosa colaboração entre o CPBD e o novel Clube Tex Portugal — foi orientado por três grandes fãs texianos, fundadores e membros da direcção do referido Clube: José Carlos Francisco (ao centro), Mário João Marques (à sua esquerda) e Carlos Moreira.

Para todos os presentes, foi um prazer ouvi-los dissertar sobre as suas vivências como leitores e admiradores fanáticos de uma série de culto, cujas idiossincrasias os marcaram profundamente, abrindo-lhes as portas de um vasto e fascinante universo, criado há quase 68 anos por dois “gigantes” da BD italiana: Gian Luigi Bonelli e Aurelio Galleppini.

Como vêem, pelo que atrás ficou descrito, cowboys e “vampiros” conseguiram coexistir sem problemas, em colóquios separados, mas que mantiveram sempre vivo o interesse da assistência.

IMG_2709

IMG_2710

IMG_2711

IMG_2716

IMG_2717

IMG_2719

IMG_2722

IMG_2723

IMG_2707

IMG_2706

(Nota: as fotos que ilustram esta reportagem são da autoria de outro membro do CPBD e nosso amigo de longa data, Dâmaso Afonso, a quem agradecemos a sempre pronta e valiosa colaboração).

WordPress.com Apps

Apps for any screen

Le chat dans tous ses états - Gatos... gatinhos e gatarrões! de Catherine Labey

Pour les fans de chats e de tous les animaux en général - Para os amantes de gatos e de todos os animais em geral

largodoscorreios

Largo dos Correios, Portalegre

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa