Um rosto cinéfilo: Michèle Morgan

MICHÈLE MORGAN (1920-2016)

Foto publicada em separata na revista juvenil Flecha nº 2, de 4 de Novembro de 1954.

Uma das mais populares actrizes da época dourada do cinema francês (anos 1940-50), que ganhou fama mundial em filmes como Cais das Brumas (com Jean Gabin), Joana de Paris (com Paul Henreid), Passagem para Marselha (com Humphrey Bogart), Sinfonia Pastoral (prémio de melhor actriz no Festival de Cannes), O Ídolo Caído (com Ralph Richardson), Fabíola (com Henri Vidal, seu segundo marido) e As Grandes Manobras (com Gérard Philipe).

Era dona de um sorriso irresistível e conservou sempre o predicado que a tornou única na história do cinema: os olhos azuis esverdeados mais belos do mundo… consagração que lhe adveio da célebre frase de Gabin, em Cais das Brumas: “Tens uns belos olhos, sabes…”.

Na manhã de ontem, 21 de Dezembro, esses olhos “puros e sedutores”, num rosto de radiosa beleza, fecharam-se para sempre. Excepto nas imagens dos seus filmes, onde continuarão a encantar e a seduzir, como um vívido reflexo de eternidade, enquanto o fascínio e a magia da 7ª Arte não desaparecerem do imaginário colectivo.

cais-das-brumas-2

Advertisements

WordPress.com Apps

Apps for any screen

Le chat dans tous ses états - Gatos... gatinhos e gatarrões! de Catherine Labey

Pour les fans de chats e de tous les animaux en général - Para os amantes de gatos e de todos os animais em geral

largodoscorreios

Largo dos Correios, Portalegre

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa