Postais ilustrados de outros tempos – 10

QUERES SABER COMO ÉS?

VÊ O MÊS EM QUE NASCESTE…

Começamos hoje a apresentar duas novas colecções de postais que, além de raras, têm um significado especial: o de serem destinadas aos mais jovens, indicando (como num “horóscopo”) as qualidades naturais de ambos os sexos, fruto, segundo os sábios, da influência astrológica dos meses de nascimento.

As ilustrações são de dois nomes ilustres da nossa BD (então chamada, em gíria infantil, histórias aos quadradinhos): Júlio Gil, que se distinguiu, como versátil grafista, na 1ª e 2ª séries do Camarada, revista para rapazes editada pela Mocidade Portuguesa, e Carlos Roque, uma das maiores revelações da 2ª série, como desenhador humorístico.

O traço vivo e airoso, de expressiva delicadeza, que caracterizava o estilo de Júlio Gil, está patente nos dois primeiros postais, dedicados às raparigas. Referente aos mesmos meses de Janeiro e Fevereiro, a série seguinte, dirigida aos rapazes, ostenta a assinatura e o traço pitoresco de Carlos Roque, então no início de uma brilhante carreira (anos 1960).

Com edição da Pórtico, nome ligado também às actividades culturais da Mocidade Portuguesa, estas duas colecções juvenis de postais têm um inegável encanto gráfico, realçado pelo colorido e pela harmonia e inspiração das imagens de dois saudosos mestres da BD portuguesa.

Advertisements

Filmes que vale a pena ver: “Gatos” (ou os felídeos de Istambul)

Texto reproduzido do jornal Público, edição de 27/01/2018.

Colecção Torpedo 1936 – vol. 1

Artigo de João Miguel Lameiras publicado na edição de 27/01/2018 do jornal Público.

Torpedo, o policial “negro” de Sánchez Abulí e Jordi Bernet que deixou saudades

Uma das melhores séries espanholas dos anos 80, criada pela imaginação de dois talentosos autores, Enrique Sánchez Abulí e Jordi Bernet, Torpedo 1936 regressa agora, sob o selo da Levoir, na primeira edição integral em língua portuguesa. Seis volumes com muitos episódios inéditos, incluindo a última versão, realizada por Eduardo Risso, cuja história se passa em 1972. Para os leitores de há 20, 30 anos, e para os de hoje, menos familiarizados com um dos anti-heróis mais populares da BD mundial, este regresso “em beleza” é, sem dúvida, além de merecida homenagem, o primeiro grande acontecimento editorial do ano de 2018. Absolutamente a não perder!

Next Newer Entries

WordPress.com Apps

Apps for any screen

Le chat dans tous ses états - Gatos... gatinhos e gatarrões! de Catherine Labey

Pour les fans de chats e de tous les animaux en général - Para os amantes de gatos e de todos os animais em geral

largodoscorreios

Largo dos Correios, Portalegre

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa