Mais um antigo cinema que desaparece…

DN - 2 junho 1 502

Como noticiou oportunamente a imprensa – e em particular o Diário de Notícias, na sua edição de 4 do corrente –, mais uma sala de cinema, há muito encerrada, mas cuja história e tradições ficaram gravadas no património citadino e na memória dos espectadores, foi transformada num estabelecimento comercial, em plena zona nobre de Lisboa. Desta vez, esse destino coube ao ex-cinema Londres, uma das mais prestigiosas salas da capital, frequentada por cinéfilos exigentes e que chegou a ser uma “passerelle” onde desfilava o escol da sociedade, empresários, artistas, políticos, jornalistas, escritores, actores e actrizes reconhecidos pelo grande público, mas que nesse ambiente cosmopolita (e discreto, ao mesmo tempo) beneficiavam de um quase anonimato.DN - 4 de setembro 503

cinema Londres 1O fim (a prazo) do cinema Londres e de outras carismáticas salas de espectáculo da grande Lisboa, fez-nos recordar um artigo publicado no Diário de Notícias no passado mês de Junho, em que se evocava o patético destino desses recintos onde a arte e a indústria cinematográfica conviviam em perfeita harmonia, na sua época de maior esplendor – mas votados ao declínio e à extinção por imperativo de um progresso galopante, nem sempre direccionado no melhor sentido, quando, em finais do século XX, a con- corrência do mercado videográfico, Cinema Londres - 2a proliferação de canais televisivos, o advento da Internet e a alteração que isso provocou nos hábitos sociais fizeram diminuir drasticamente o número de espectadores.

Hoje, salvo um ou dois casos de admirável resistência — como o do Cine Ideal, perto do Chiado —, só subsistem em Lisboa algumas salas pequenas e pouco acolhedoras, a fun- cionar em centros comerciais onde o ambiente cinéfilo está, na realidade, ausente, substituído pela alienação do consumismo em larga escala e pela “cultura” das pipocas e do fast food.

Aqui fica o mencionado artigo, reproduzido com a devida vénia do Diário de Notícias de 2 de Junho p.p. – uma edição especial sem quaisquer fotografias, mas profusamente ilustrada por um notável grupo de colaboradores. A imagem de 1ª página que encabeça este post, com um dos pares mais memoráveis e clássicos do cinema, deve-se a André Carrilho.

DN - 2 de junho

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

Le chat dans tous ses états - Gatos... gatinhos e gatarrões! de Catherine Labey

Pour les fans de chats e de tous les animaux en général - Para os amantes de gatos e de todos os animais em geral

largodoscorreios

Largo dos Correios, Portalegre

Interesting Literature

A Library of Literary Interestingness

almanaque silva

histórias da ilustração portuguesa

%d bloggers like this: